#

História

O santuário de Nossa Senhora de Montserrat tem a sua origem histórica na ermida de Santa Maria que o conde Vifredo I de Barcelona doou ao mosteiro de Ripoll no ano de 888.

Em 1025, Oliba, abade de Ripoll e bispo de Vic, fundou um novo mosteiro na ermida de Santa Maria de Montserrat. Em pouco tempo, o pequeno cenóbio recebeu peregrinos e visitantes, que contribuíram para dar a conhecer entre os povos as histórias dos milagres e prodígios realizados pela Virgem.

Em 1409, o mosteiro de Montserrat convertia-se em abadia independente. Entre os anos de 1493 e 1835, época de profundas reformas, de crescimento e esplendor, Montserrat fez parte da Congregação de Valladolid.

Durante os séculos XVII e XVIII, o mosteiro de Montserrat converte-se num centro cultural de primeira ordem. Da escola de música de Montserrat surgem importantes compositores.

A guerra napoleónica (1808-1811) e a desamortização de 1835 trouxeram a destruição e o abandono. Mas em 1844 iniciou-se a restauração da vida monástica e, em 1881, nas Festas da Coroação da Imagem da Virgem, o Papa Leão XIII proclamou-a Padroeira da Catalunha.

A Guerra Civil espanhola (1936-1939) significou que fosse novamente necessário abandonar o mosteiro. Contudo, o Governo da Catalunha preservou Montserrat do saque e da destruição.

Atualmente, Montserrat moderniza-se para continuar a receber os peregrinos mil anos depois da sua fundação.



Dados práticos

Informação

 

Telefone:

+34 93 877 77 77

Site:

Site da Abadia

E-mail:

Contactar por correio